Bem vindo ao SamuelAzevedo.com

O 1º Salário a gente nunca esquece

Trabalhar e ganhar o próprio dinheiro pode parecer legal, e é mesmo! Mas é preciso muita cautela, pois a falta de experiência com a grana, os impulsos consumistas, próprios de pessoas mais novas, e a facilidade de obter crédito na praça, fazem com que muitos jovens percam o controle e se afundem em dívidas, antes mesmo de conquistar a liberdade financeira.

Para o consultor e terapeuta financeiro, Reinaldo Domingues, é necessário que se pense muito bem como e com que gastar os primeiros salários. É fundamental que o jovem saiba o real valor do dinheiro que recebe para que atinja seus sonhos que podem ser os mais variados possíveis:

  • Independência financeira
  • Intercâmbio no exterior
  • Pós-Graduação
  • Aquisição do primeiro carro, enfim…

Tudo isso depende de uma única coisa: a disciplina para poupar dinheiro.
Segue depoimento real de uma jovem de 20 anos que já sentiu o peso das dívidas: “Comecei a trabalhar com 18 anos e antes de completar 19 já estava repleta de contas para pagar… O pior que só gastava com futilidades, roupas, acessórios, sapatos e fui obrigada a trancar a faculdade para pagar meus débitos. Hoje, apesar da pouca idade, a jovem se diz bem controlada com seus gastos e já retornou os estudos.

Assim como ela, milhares de jovens se “empolgam” com os primeiros salários e saem gastando, até mesmo o que não tem, sem pensar nas consequências. É necessário um controle diário de todos os gastos, mesmo que sejam irrelevantes, como gorjetas, cinema, um suco ou um salgado antes da aula, pois são com essas pequenas despesas que o desequilíbrio financeiro ocorre.

Confira algumas dicas de como poupar a sua grana:
* Evite gastos desnecessários;
* Evite comprar por influência de amigos ou meios de comunicação;
* Tente gastar menos com baladas. Você não precisa se privar desse prazer e sim controlá-lo;
* Evite também fazer compras por impulso;
* Pesquise preços e tente negociá-los o máximo possível;
* Evite comprar com cartão de crédito. Você não precisa pagar na hora, mas a dívida só é adiada e você terá que arcar com ela em algum momento;
* Não faça compras parceladas no cartão de crédito, pois as parcelas, mesmo que pequenas, pesam no orçamento;
* Nunca, mas nunca pague o mínimo do cartão de crédito. Os juros são altíssimos e a dívida vira uma bola de neve.

Essas pequenas ações ajudam no controle e uso consciente do dinheiro.

Liberdade financeira é super importante e necessária, mas para alcançá-la é preciso muita determinação.

E você, o que vai fazer com o seu primeiro salário?

Baseado na obra de Reinaldo Domingos – consultor e terapeuta financeiro.

Dedicado a minha filha primogênita que (acreditem se quiser) logo, logo vai receber seu primeiro salário.

Aquele abraço e

Ate o nosso próximo artigo,

Samuel Azevedo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *